LADAINHA DO LEÃO
Compre_aqui
Comemore
Galeria
Comemore
Casar

instagram face2 youtube

LADAINHA DO LEÃO

Junho 27, 2016 0 Comentarios BLOG DICAS TEATRAIS por Gambiarra

Pequena Ladainha Anti-Dramática para o Episódio da Fuga do Leão do Circo e Outros Boatos Pouco ou Quase Nada Interessantes...

LADAINHA_divulga 

No Club Noir.

Espetáculo marca a estreia de Chico Carvalho na dramaturgia e direção.

 24 de junho a 17 de julho, sextas, sábados e domingos.

A peça inédita, escrita e dirigida por Chico Carvalho, é a primeira Ladainha de uma série que, como autor e diretor, o ganhador do prêmio Shell de melhor ator em 2013 tem como projeto. Em Pequena Ladainha Anti-Dramática para o Episódio da Fuga do Leão do Circo e Outros Boatos Pouco ou Quase Nada Interessantes..., Carvalho já demonstra uma particular opção estética. A partir de poucos elementos, luz, música, sonoplastia, figurino e atuações afinadas, o diretor constrói pictóricos enquadramentos. Lirismo e humor percorrem o espetáculo em que o entrosamento entre recursos cênicos e atuações precisas sugere um ritmo que revela o apreço de Carvalho também pela música orquestral, além das artes plásticas.

Três insólitas personagens, vividas pelas atrizes Ana Junqueira, Daniela ThellerSarah Moreira, ao evocarem pequenas ações do cotidiano, jogam uma lente de aumento na essência de desejos, frustrações e ansiedades.  “É como se a grandeza do que somos estivesse não nas grandes jornadas de longo alcance, mas nos pequenos passos, no engatinhar silencioso, no anonimato das mesquinharias invisíveis”, afirma Chico Carvalho. 

Segundo o diretor, trata-se de uma anti-peça, encrencada em ação nenhuma, conflito nenhum, com intervalos, soluços de preenchimento instantâneo e sem promessas de futuro. Até mesmo as personagens são estampas vazias de psicologia, feito máscaras revezadas pelos atores. “Sincopas, soluços e intervalos aparentemente desconexos, juntos tratam de erguer a imagem dessa criatura formatada por essa qualidade atual de existência sem recheio, ou recheada até a tampa”, completa.

Sinopse

Alguém anuncia que um leão acaba de fugir do circo, enquanto isso, o telefone toca. E entre a decisão de levantar-se para atender a chamada ou resolver tomar providências quanto à fuga do animal, alguém se apresenta para narrar a história de uma curiosa epidemia de decapitações espontâneas. Enquanto isso, uma banda passa ao longe, e a previsão meteorológica promete uma nevasca, ainda que nem um único floco de neve houvesse caído por ali desde os primórdios da civilização.

Chico Carvalho formou-se pela Faculdade de Artes Cênicas da Unicamp. Em 20016 foi o protagonista de Volpone, com direção de Neyde Veneziano. Em 2015 esteve em cartaz com os espetáculos A Tempestade, dirigido por Gabriel Vilella, e Consertando Frank, dirigido por Marco Antônio Pâmio. Também envolveu-se na montagem de diversas peças, tais como: Ricardo III, sob direção de Marcelo Lazzarato, com a qual foi agraciado pelo prêmio Shell em 2013 ao interpretar o papel título; Hamlet, montagem cuja direção de Ron Daniels circulou pelas principais capitais do país entre os anos 2012 e 2013; Ferro em Brasa, dirigido por Fernando Neves; Dueto da Solidão, dirigido por Sérgio Ferrara que esteve em cartaz no Sesc Vila Mariana; Réquiem, de Hanoch Levin dirigido por Chico Medeiros em cartaz no Centro Cultural São Paulo, Teatro João Caetano e FUNARTE; A Noite do Aquário, texto de Sérgio Roveri e direção de Sérgio Ferrara; além de Édipo Rei e Fausto Zero, ambos no início dos anos 2000 e sob direção de Marcio Aurélio. Em 2012 escreveu e dirigiu o espetáculo Ventríloquo, que participou do Festival de Cultura Italiana da Livraria Cultura e em 2010 dirigiu o espetáculo Casa Verde, transcrição dramática a partir da novela O Alienista de Machado de Assis que ficou em cartaz no Teatro de Arena Eugênio Kusnet. Em 2002 e 2003 respectivamente, participou como ator das novelas Esperança de Benedito Rui Barbosa com direção geral de Luis Fernando Carvalho e Chocolate com Pimenta de Walcyr Carrasco. Iniciou no segundo semestre de 2014 o doutorado em Artes da Cena, também pela Unicamp, cujo prazo de conclusão entende-se até 2018. É também radialista formado pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero e professor de Teatro na Escola Superior de Artes Célia Helena.

Ficha Técnica:

Direção: Chico Carvalho

Texto: Chico Carvalho

Elenco: Ana Junqueira, Daniela Theller, Sarah Moreira

Figurino: Marichilene Artisevskis

Iluminação:  Junior Docini

Trilha sonora: Daniel Andrade e Fabricio Bonni

Cenários e Adereços: Zé Valdir Albuquerque

Pequena Ladainha Anti-Dramática para o Episódio da Fuga do Leão do Circo e Outros Boatos Pouco ou Quase Nada Interessantes... 

Club Noir 

24 de junho a 17 de julho; sexta e sábado às 21h, domingo às 18h

Endereço: Rua Augusta, 331 - Consolação - São Paulo

Ingressos: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) - somente dinheiro

Acesso para deficientes, Ar Condicionado.

Informações à Imprensa

Pool de Comunicação – Marcy Junqueira

Contatos: Marcy Junqueira e Luana Ferrari

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ; Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Fone: 11.3032-1599