OS ESTRANHOS QUE NOS HABITAM
Compre_aqui
Comemore
Galeria
Comemore
Casar

instagram face2 youtube

OS ESTRANHOS QUE NOS HABITAM

Agosto 17, 2015 0 Comentarios BLOG DICAS TEATRAIS por Gambiarra

site

OS ESTRANHOS QUE NOS HABITAM

Peça de suspense aborda pessoas com transtornos de personalidade e faz um mergulho no universo dos psicopatas em curta temporada no Top Teatro.

Os ESTRANHOS QUE NOS HABITAM, mobiliza a narrativa tensional do suspense e promove uma pertinente discussão sobre o comportamento humano.

O texto de Wagner D’Avilla foi inspirado no “Estudo Comportamental da Obediência” do psicólogo Stanley Milgram que avaliou e revelou o comportamento que demonstra como cidadãos comuns, pessoas aparentemente equilibradas, podiam cruzar os tênues limites da maldade.

Na obra, o autor manipula as informações dadas ao público de forma que tudo se encaixe aos poucos, sem jamais perder a sensação de estranhamento diante do exibido, como um grande jogo de xadrez formado por diálogos e ações estrategicamente pensadas.

Os personagens são inseridos em um jogo psicólogo dentro de um espaço claustrofóbico e com encenação intimista. Indiretamente o público é convidado a entrar em um a história sobre solidão e carência. Trata -se de um tempo delicado, mexendo com as expectativas e jogando com os estereótipos. A dinâmica com o público propõe o jogo em adivinhar quem é a vítima e quem é o vilão da história.

A cenografia realista, auxilia na apresentação das cenas como um trilher de cinema. O público acompanha detalhes das experiências físicas e mentais exploradas pelos protagonistas. A iluminação propõe um jogo sombrio e propõe revelar minimamente o que é necessário para construção do suspense. A trilha sonora é executada em parte pelo ator Diego Antunes que delícia expressivamente em clássicos de Nina Simone, Nancy Sinatra e Doris Day.

Santiago ( Bruno Narchi ) é famoso escritor de romances que tem dificuldades em socializar, vive em posição de desconfiança e uma tendência para antipatizar com outras pessoas. Ele sofre do transtorno de agorafobia, e o medo de sair de casa o mantém enclausurado em seu apartamento há 2 anos. Sua única companhia é a imagem de um Homem Branco ( Diego Antunes ) que ora se confunde como um dos personagens de seu livro, ora como alguém que ele se envolveu no passado. Entre crises de síndrome do pânico e alucinações, ele divide sua atenção para tentar finalizar seu novo livro e na paixão platônica que mantém pelo vizinho do apartamento da frente. 
Seu cotidiano passa a se tornar menos solitário, ao receber a visita constante de sua nova vizinha, a tímida e prestativa, Cecília ( Carina Gregório ) que insiste em manter um vinculo de amizade com ele. Duas pessoas que escondem um caráter frágil, uma personalidade ambígua e que têm muita dificuldade em lidar com os seus sentimentos.

IMG_8201

Serviço:

Duração: 60 minutos

Recomendação: 15 anos

Gênero:Suspense / Drama

Ficha técnica:

Texto: Wagner D´Avilla
Direção: Antônio Ranieri
Assistente de Direção: Alan Cecatto e Marlon Villa Nova
Elenco: Bruno Narchi, Carina Gregório e Diego Antunes
Ator convidado em off: Elias Andreato
Cenário: Antônio Ranieri
Iluminação: Débora Dubois e Cesar Pivetti
Figurino: André Von Schimonsky
Visagismo: Simone Moma
Direção de Movimentos : Bruno Gregório
Comunicação Visual e Fotos de Divulgação: Luciano Alves
Vídeo Promo: Vinícius Costa
Produção Executiva: Antônio Ranieri e Wagner D´Avilla
Produção de Cenário/Montagem : Morena carvalho
Realização: Estapafúrdia e A.R Produções Artísticas

Sobre a Equipe:

Bruno Narchi – Ator
É ator formado pelo Teatro-escola Célia Helena, com graduação em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing. Iniciou sua formação artística aos treze anos de idade na Oficina dos Menestréis.
No campo musical, estuda canto há quatro anos com a professora Amélia Gumes, além das aulas de violão com Diogo Cardoso, na Escola Música Brasil. Por três anos, trabalhou com a Walt Disney Company no Brasil, e integrou o elenco dos musicais Mamma Mia! (ensemble e cover de Pepper e Eddie), Fame (como Schlomo Metzenbaum), Rock in Rio - O musical (ensemble e cover de Roger e Alef) e Cazuza - Pro dia nascer feliz (como Serginho e alternante de Cazuza ) e atualmente está em cartaz com “ "Vanya e Sonia e Masha e Spike" com direção de Jorge Takla.

Carina Gregório - Atriz
Atriz formada pela AMDA (American Musical and Dramatic Academy, Nova York), teve seu primeiro contato com teatro ainda pequena, em São Paulo. Aos 14 anos, mudou-se para Monterrey (México) onde realmente começou sua carreira como atriz profissional, participando do musical "A Gaiola das Loucas" e de peças como "Um Estranho no Ninho" e "Extremos", dirigidas por Marcelo Gonzalez e Ruben Gonzalez. Ainda no México, participou também da série de televisão "Rumores" (Televisa Monterrey) e do filme "7 Dias", dirigido por Fernando Kalife. Em Nova York, participou da peça Off-Broadway "Pandora's", no Theater Row. De volta ao Brasil, trabalhou como assistente de direção de Miguel Falabella, no espetáculo "Alô Dolly", e como diretora residente nos espetáculo "Cazuza - Pro Dia Nascer Feliz" e “ Mudança de Hábito”

Diego Antunes - Ator
Especializou- se na Escola de Atores Wolf Maya e é Bacharelado em Direito pela Universidade Pontifícia Universidade Católica. Participou das montagens em francês dos musicais “Casting” e “Soirée Cabaret”. Pelo Teenbroadway participou dos musicais “Grease”, “Aida” e “Fantasma da Ópera”. Entres seus trabalhos recentes está a participação na comédia “Eu quero é pecar” com texto e direção de Jean Dandrah. Participou dos filmes “Sylvio Caldas, o Seresteiro do Brasil” com direção de Dimas Oliveira e “ A Ligação” com direção de Mauricio Antunes.

Antonio Ranieri – Diretor
Formado pela escola Ewerton de Castro, bacharel e licenciado pelo Centro de Belas Artes de SP. Atuou em diversos espetáculos, como: “ Navalha na Carne” de Plinio Marcos; Os Sete Gatinhos de Nelson Rodrigues com direção de Moisés Miastkwosky; “O Despertar da Primavera” com direção de Nívio Diegues; “32 Dentes” de Walner Danziger; “Dona Rosita, a solteira” de Federico Garcia Lorca, com direção de Eraldo Rizo; “Antônio e Cleópatra” de Willian Shakespeare; “Ao Terceiro Dia” de Luiz Alberto de Abreu; entre outros. Integrou o Grupo kaus em 2006 onde participou do Festival Internacional do Chile, com grupos do mundo todo e colaborou do projeto “O teatro na América Latina”, lançando o livro sobre o projeto e recebendo grupos, espetáculos e palestrantes dos maiores nomes da dramaturgia latino americana. Nos últimos anos também se destaca como diretor de teatro como nos espetáculos “Subterfúgio” de Wagner D´Avilla e “ “Estilhaços” e “ Plus Size Love “ que também assina a autoria. É produtor de cultura, realizando projetos de grande relevância como “Rita Lee Mora ao Lado” e “ Otelo”.

Wagner D´Avilla - Dramaturgo
É dramaturgo, roteirista, ator, produtor e diretor de teatro. Possui formação em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Macunaíma (2002) e em Roteiro pela Academia Internacional de Cinema (2010). Como artista, criou sua primeira companhia de teatro, a Cia. do Intervalo, em 2001, com a estreia do espetáculo “Do que estamos falando afinal?”, com texto de sua autoria e direção de Marina Mondevaim A companhia realizou seis espetáculos de 2001 a 2007, todos de sua autoria e alguns dirigidos pelo autor. Entre eles, estão as comédias: “As Solteiras”, “Calcinhas & Cuecas”, “Minha vida é uma novela”, “Conversas de Travesseiros” e o drama “Subterfúgio”. Como roteirista, assina o roteiro dos curtas-metragens “Azul Marinho Preto e Branco” e “Malu & Fred” (filme foi recordista na 7ª Mostra do Festival Curta Santos, com seis prêmios incluindo Melhor Roteiro). Ambos foram dirigidos por Rodrigo Bernardo. Em 2011, assina o roteiro do telefilme “O Inferno de Cada Um”, com direção de Miguel Rodrigues e em 2014 a série de TV “(Des)encontros” para o canal Sony em produção para uma 2ª temporada.